O PÓ DO AVENTAL

 

 

Chega ao fim de mais um dia

Na eterna obra Divinal

Segue viva a chama guia

Da Sublime Arte Real

 

Necessário se fazia

Bom descanso espiritual

Por labor feito à porfia

Ao livre pedreiro afinal

 

Satisfeito, com alegria,

Em sua proteção supernal

Bate o obreiro com euforia

 

Paira o pó imaterial

Brotado da cantaria

Do imaculado avental  !

 

Ir ∴Adilson Zotovici

A∴R∴L∴S∴ Chequer Nassif Nº169

 

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos