Poema do Irmão Adilson Zotovici

 

EFLÚVIOS 

 

 

Exala tão bom perfume 

No Augusto Templo Sagrado

De livres pedreiros costume

E desde há muito pairado

 

Não dum incenso que defume

Um ambiente pesado

Pra clarear um negrume

Por algum rancor criado

 

Mas, bons eflúvios em volume

Fulcro do grupo irmanado

Qual irradiado lume

 

Essência do iniciado

Pelo aroma se presume...

Da Verdadeira Luz emanado

 
 
 
 
 

Adilson Zotovici

ARLS... Chequer Nassif Nº 169

GLESP