A arte de fazer o simples

 

Em tempos de exposição midiática e exibicionismo muitas vezes fazer o simples parece ultrapassado, demodê ou até no jargão esportivo jogar para não perder. Mas será que é isso mesmo?

O atleta tem várias facetas e a mais espetacular é a competência para analisar seu momento. Ao falar com um atleta muitas vezes impressiona sua auto análise, sua verdade e sua busca pela evolução.

Ao ver o Novak Djokovic voltar para o seu técnico Marian Vadja que o colocou no patamar de melhor do mundo depois de técnicos badaladissimos como Becker e Agassi a pergunta veio à tona. Será que voltar às origens no meio da crise ajuda? Será que não seria mais adequado ele contratar mais um figurão? Não será que o Vadja já passou tudo que tinha pra passar?

Vejo uma decisão muito interessante. Quando vamos crescendo no nosso negócio e no tenis não é diferente ( para mim é uma empresa, um negócio é uma curtição) precisamos lembrar nossas origens, o que deu certo, o que nos fazia bem quando estávamos no auge. O Djokovic fez exatamente isso. Nos seus melhores momentos era rápido, forte mentalmente, tinha sangue nos olhos e não entregava um ponto. De um tempo pra cá ele perdeu isso. 

Ao invés disso sua relação com o Agassi foi mais midiática que tenistica. Seus treinos mais conversados e discutidos que eficientes. De ser o protagonista da relação virou o jogador treinado pelo Agassi. Em poucas palavras o protagonismo mudou de lado e tirou a pouca confiança que ele ainda tinha. Contratou mal. 

Muitos acham que dar um passo atrás é perder espaço. No Tênis não é. 

Mais uma vez o sérvio nos dá uma aula de humildade. Nos últimos anos ele vem tendo problemas físicos e pessoais. Não consegue focar apenas na profissão, no dia a dia do Tênis. Percebeu seus erros e por isso fez a mudança radical.

A pergunta agora vem se ele vai conseguir ser o mesmo jogador do passado. Infelizmente essa resposta nem eu nem o Vadja vamos conseguir dar. Essa só ele mesmo com sua dedicação diária e sua fome.

Muitas vezes fazer o simples e aceitar seu erro te traz outra vez para o caminho da vitória.

Fernando Meligeni

Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/arte-de-fazer-o-simples-fernando-meligeni/?trk=eml-email_feed_ecosystem_digest_01-recommended_articles-11-Unknown&midToken=AQEEgIB5MGBEZA&fromEmail=fromEmail&ut=10hYwnCIV1Joc1

 

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos