A liderança e os corpos celestes.

Sempre gostei de ler artigos voltados à astronomia, porque essa leitura nos faz ver o quão pequenos somos no universo! Cada leitura desse tema é um exercício de humildade, pois, ao conhecer sobre as órbitas dos planetas, a infinidade de estrelas, as miríades de constelações e a absurda quantidade de galáxias podemos refletir sobre nossa vida, tão pequena, fugaz e limitada no tempo e no espaço.

Justamente por essa limitação, principalmente temporal, acredito que nossa vida deve ser bem aproveitada com coisas e pessoas que, realmente, valem à pena. Se assim for, teremos menos noites mal-dormidas, menos inimizades, menor quantidade de atribulações, redução de estresse, de rugas e de ataques cardíacos.

Mas, falando de astronomia, você já ouviu falar num tal Mecanismo Kozai? Os cientistas explicam esse evento como sendo uma influência gravitacional de grandes corpos celestes que perturbam a órbita de um objeto que seja menor e distante.

Vejam só, que interessante... Um planeta maior e distante influencia a órbita de um planetinha menor que pode estar a milhões de quilômetros. Bem, até aí, nada de novo, não é mesmo?

Vamos, contudo, fazer uma analogia desse Mecanismo Kozai com nosso dia a dia.

Imagine que você é o tal planetinha, vagando tranquilamente em sua órbita quando, de repente, um planeta gigante, mas distante, começa a influenciar em seu passeio pelo espaço sideral. Puxa! Você estava tão tranquilo e, agora, uma força maior está alterando o seu rumo e o seu destino.

Imagine, agora, que o planetão seja um líder de uma organização e que o planetinha seja o colaborador desta.

Nesse caso, há duas considerações a fazer e ambas se referem ao tipo de influência exercida: Se a força for positiva, carregada de boas orientações e boa intenção, então, que ótimo. Porém, se a força for negativa e a influência vier na esteira de cobranças inadequadas no conteúdo ou na forma, isso poderá fazer o planetinha sair de órbita.

O exemplo que foi dado refere-se a um modelo empresarial, mas, também não é assim em nossa vida pessoal? Influenciamos e somos influenciados por outras pessoas, mesmo que à distância.

Então, precisamos nos atentar para o tipo de influência que estamos gerando ou recebendo e, sempre que possível, nos mantermos na órbita correta, sem passar mensagens ou exemplos negativos e, de preferência, sem deixarmos que a negatividade dos outros nos tire de nossa rota.

Não saia de órbita e, quando puder, influencie os outros com bons exemplos e positividade!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::>

Autor

Gerson Raul Persike
especialista em vendas, diretor da empresa “Comunicação & Mercado”.
E-mail: comercial@cmtreinamento.com.br
Site: 
www.cmtreinamento.com.br

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos