A Loja Alferes Tiradentes homenageia Irmão.


A Loja Alferes Tiradentes homenageia o Irmão Rodrigo Brasileiro de Azambuja Junior nos seus noventa anos.

Carta aberta ao Mestre Azambuja

A nobreza de uma amizade aporta no coração com lealdade. Nos olhos de um homem de verdade, brotam lágrimas de saudade!

Mãos sinceras e honradas, repletas de oferendas doces, conquistaram corações para sempre, colhendo sorrisos e abraços, estreitando os fortes laços de uma nobre fraternidade!

Não sabemos quem mais aprendeu, se quem chegou, ou se quem, aqui, já estava.

Benditas mãos que o conduziram este homem às portas de uma nova vida!

Rodrigo Brasileiro de Azambuja, nos estudos de uma filosofia universal, chegaste ao último degrau. Nenhuma dúvida há, Mestre, já estava lá!

Tua sabedoria, colhida ao longo destes noventa anos, faz de nós todos, os teus orgulhosos discípulos.

Não há nada nesta vida, que não hajas visto. Então, podes ser rotulado de “Conselheiro”, o homem que ilumina caminhos.

Foste um grande e respeitável Executivo. Então podes diagnosticar, prognosticar, e prescrever um eficaz tratamento moral para o nosso País!

És um “Inspetor Geral” da nossa Instituição, em qualquer parte do planeta, em que se encontrem reunidos homens livres e de bons costumes. Um privilégio de poucos.

Então, nobre Irmão, quebra o protocolo desta missiva, deixando-se abraçar por toda a Irmandade Fraternal, a que pertences, e permita-nos, Mestre, externar o mais profundo agradecimento, por haveres aberto as portas do teu nobre coração a nossa sagrada Instituição!

Muito agradecido pelas balas que foram trocadas, eternamente, pelos nossos mais puros sentimentos.

Muito agradecido por haveres colocado na vitrine da nossa Loja a tua digna família, que temos a honra de amá-la e fazer parte.

Parabéns pelo aniversário, MESTRE!

Deus ainda te deve muitos anos de vida, e muitos momentos de felicidade!

Autor

* Sinval Santos da Silveira

Mestre Maçom (Instalado) da Loja Alferes Tiradentes.

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos