Cair em si

 

A cabeça dela não parava de pensar. Não dava descanso nem na hora do almoço. Martelava os mesmos assuntos e preocupações. Os mesmos desejos e expectativas. Não tirava férias nem em feriados nacionais. Parecia um disco de vinil riscado de antigamente. Repetia o mesmo pedaço da mesma canção. A cabeça esquentava.

 

O coração parecia um tambor. De tão acelerado, batucava sons sem ritmo. Palpitava tanto que sairia pela boca a qualquer instante. Ela, coitada, mal conseguia respirar sufocada em mar particular de emoções. Não havia mais nenhum lugar onde pudesse se esconder. O coração apertava. 

 

Sentia-se numa corda bamba. A tensão balançava e misturava quase tudo dentro dela. Tentava se concentrar com as duas mãos cerradas. Em uma, coragem. Na outra, medo. Sentimentos que bagunçavam a misteriosa linha imaginária que liga a cabeça ao coração. Tentou baixar um aplicativo de meditação no celular Tentou lembrar daquele mantra que aprendeu na aula de Yoga. Tudo em vão. Só havia um caminho: cair.

 

Todos temos medo de cair Vai que machuca e não consigo levantar nunca mais, alguém dramatiza. É difícil mesmo. Não é fraqueza. É que cair é perder o controle e essa sensação deixa um gosto esquisito no canto da boca. A pessoa corajosa é aquela que escolhe dar a mão para que o medo avance junto. O medo vem da mente e é um bom copiloto. A coragem vem do coração e é a melhor comandante das nossas próximas histórias.

 

Ela respirou três ou quatro vezes antes de se entregar ao escuro do desconhecido. Caíram juntos: ela, a coragem e o medo. O tempo fechado se abreu. O sinal vermelho ficou verde. Até que tudo se acalmou. Talvez a maior queda da vida seja cair em si. Indolor. Transformador. Libertador. O que dói é aquele instante eterno que antecede a queda. Esse é de doer mesmo porque é presenciar o triste duelo da cabeça com o coração. 

 

A quem possa interessar: ela caiu de pé, mais firme do que nunca. E ao cair em si, encontrou-se inteira, pela primeira vez.

 

Thais Ferreura Gattás

thaisferreiragattas@gmail.com

 

 
"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos