CIVILIDADE, RESPEITO E AMOR!

 

Na condição de Obreiro da Arte Real, tenho observado com preocupação, o nível de beligerância presente, entre IIr.’. em muitas publicações e comentários, que leio, participo ou assisto.

 

Somos uma instituição, em que desiguais, se tratam por iguais, ao se chamarem de Irmãos!

 

Não importando sua profissão de fé, convicções ou linha de pensamentos. Somos buscadores e Obreiros da Arte Real!

 

Civilidade é uma característica, que faz o mundo profano, de alguma maneira nos admirar.

 

Nossa liga se dá pelo respeito, que surge quando nascemos, quando a luz nos é dada.

 

Somos uma Ordem de homens justos, que se declara através da divisa:

 

Liberdade! Igualdade! Fraternidade!

 

Detentores do equilíbrio, tolerância e acolhimento.

 

Busquemos enxergar cada Irmão, dentro desta ótica e avaliação.

 

Respeitando o contraditório, aquilo que não nos é perfeito.

 

Debates de ideias, questões de conhecimento, são de vital importância para nossa sobrevivência, mas que não se transformem em dissensão, em nossa convivência.

 

Respeitar a posição de cada um, não é uma decisão, mas uma obrigação entre os que se unem, em Cadeia de União.

 

Perfeição esta deve ser a nossa busca, entendimento este deve ser nosso caminho, pois só através dele, serão derrubados os muros potenciais, que nos restringem, nos inibem e criam várias verdades, dentro de uma única razão.

 

Pois como bem diz o Profeta, no Livro de Eclesiastes:

Vaidade de Vaidades!

 

Tudo é vaidade.

 

Jaylton Reis

 

Publicado em: https://focoartereal.blogspot.com/

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos