Comemore com os jogadores

Em nossa sociedade, nem sempre se dá valor aos que verdadeiramente trabalham ou aos verdadeiros heróis.

O soldado do front, aquele que arrisca a própria vida, geralmente não é reconhecido, ou melhor, nem é lembrado. 

Os que recebem as horarias, com raras exceções, são aqueles que ficam no comando e em locais mais seguros.

Essa situação também não pe muito diferente dentro das empresas. Muitas vezes os que são homenageados não tiveram a mínima participação na conquista.

Criamos uma série de rituais de comemoração. Nestes rituais brindamos, comemos, dançamos, soltamos fogos de artifícios e confraternizamos com amigos e parentes.

Festejamos o namoro, o noivado, o casamento, a gravidez, o nascimento do filho, o batismo, a primeira comunhão, aniversário e tantas outras situações que acontecem no decorrer de nossa vida. No entanto, na maioria das vezes esquecemos de comemorar o óbvio.

Algumas empresas comemoram a construção da nova fábrica, do novo escritório, da nova loja, do atingimento das metas, do faturamento e do crescimento das vendas. Outras deixam estas importantes conquistas simplesmente passarem em branco, não aproveitam uma excelente oportunidade.

outras que comemoram, no entanto o fazem de forma totalmente errada. Já vi comemoração em que os diretores e gerentes convidam políticos, autoridades, amigos empresários e consultores e se esquecem daqueles que realmente contribuíram, realizaram a obra ou atingiram a meta.

Temos também os casos em que ocorrem advertências e até ameaças, quando as metas não são atingidas, mas cala-se de forma categórica quando os resultados são positivos.

A falta de reconhecimento e valorização, são motivos de muitos focos de desmotivação generalizada da equipe.

Profissionais reconhecidos tornam-se mais leais e comprometidos com os resultados, trasformando-se em verdadeiros guerreiros pela manutenção e crescimento do negócio. Eles formam um grande time e, farão o possível para vencer.

É inadmissível que em plena era do Conhecimento, onde novas práticas de Gestão estão em evidência, muitas pessoas ainda não tenham percebido a importância da comemoração no moral das pessoas.

Eu comparo a falta de comemoração dentro das empresas a uma partida de futebol sem gols. Você assistiria aos inúmeros jogos do seu time, mês após mês, ano após ano, se não existisse a possibilidade de gol, que extravasa, transborda e dá sentido?

Celebrar com a equipe os bons resultados é como fazer um gol. É o reconhecimento pelo empenho e dedicação. É o que dá sentido a causa.

Aprenda a comemorar com aqueles que foram os responsáveis pelas conquistas e não com os meros espectadores.

Então crie e incentive sistemas de comemoração ou "celebration" como dizem os americanos. Faça a sua equipe sentir o gostinho da vitória. Ele é insubstituível e forma verdadeiros craques.

Pedro Luiz Pereira

Presidente da ABRH-Joinville - Associação Brasileira de Recursos Humanos. Atualmente é diretor da QSH e SANTO EMPREGO - Empresas parceiras do Grupo ABRA.

E-mail: pedro@grupoabra.com.br.

Originalmente publicado no Jornal "Notícias do Dia".

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos