Considerações maçônicas

 

 

A Maçonaria apoia-se, simbolicamente, sobre três grandes colunas, as quais simbolizam a Sabedoria, a Força e a Beleza.

SABEDORIA é representada, na Loja, pelo Venerável Mestre, o qual é o sol que ilumina nossa loja e que tem seu simbolismo máximo quando a luz parte do Oriente, do altar do Venerável Mestre. 

 

Do Venerável Mestre é exigido que tenha sabedoria, o que é mais do que saber, é ter sensibilidade para ouvir, para tolerar, ter senso de Justiça, ter responsabilidade com todos os Irmãos da Loja, para que estabeleça projetos em busca de nossa obra de lapidarmos nossa Pedra Bruta. 

 

FORÇA, em Loja representada pelo 1º Vigilante, tem seu objetivo na execução dos projetos do Venerável Mestre, mas a força  mencionada é aquela que tem origem na vontade, na garra, na certeza do dia seguintes, na certeza de que o homem existe para ser feliz, dependendo apenas dele alcançar este objetivo, devendo concentrar suas energias na busca deste mundo melhor, a partir de sua própria melhora como Ser Humano limitado que é. 

 

Antes de reformar o mundo, o homem deve reformar a si mesmo, e isto demanda muita força de vontade, muita perseverança, porque nada existe de mais difícil, do que mudar a si mesmo, se queremos um mundo melhor, devemos começar por nós.

 

BELEZA, que na Loja é representada pelo 2º Vigilante, tem seu objetivo no embelezar as ações dos Irmãos  porque estamos sempre fechados para a beleza. 

 

A verdadeira beleza está nas coisas que alcançamos, nos dias venturosos em que estamos felizes junto aos nossos, na família que temos, no bem que fizermos. Todos os nossos atos devem ter uma boa dose desta beleza, porque só assim estaremos cumprindo nossa missão  de existência.

 

Justiça e Maçonaria

Justiça é um termo muito presente na Maçonaria, e na maçonaria ela está ligada a uma questão moral e ética.

No capitulo relacionado à Justiça em um complemento de uma instrução, ele cita “as cartas de lima”, que é uma declaração de princípios, que foi feita em 1982 pelas grandes Lojas da América Latina. Essa declaração de princípios fala da problemática da justiça e como a maçonaria se posiciona.

A maçonaria firma o propósito de assegurar a paz, a justiça e fraternidade entre os homens e os povos.

Ela inspira-se nos ideais de liberdade e justiça

O grande problema da humanidade continua sendo conciliar o sentido de liberdade.

Os homens e os povos só podem ser livres e justos tomando-se clara consciência de sua natureza fraternal e dos deveres coletivos que ela lhes impõe.

 

Finalizando

Quem planeja e constrói o futuro somos nós mesmos. A justiça e a paz neste mundo são obras humanas e, portanto, a nós homens – especialmente nós maçons – cabe especificamente essa tarefa de construir sobre o alicerce dos valores culturais passados e nos quais sempre estiveram presentes a ideia de justiça.

 

Gustavo Rossi Passuello

Membro da Loja “Alferes Tiradentes” Nº 20

 

Florianópolis - SC

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos