Conversar com Deus.

 

Eu queria tanto conversar com Deus! Contar os meus pecados, fazer os meus queixumes, falar de meus amigos. Mas como fazê-lo então?

Não conheço nenhuma via de acesso ao criador. Gulguei mas não achei. Eu bem que tenho um primo que é pastor de uma dessas igrejas neo-pentecostais. Mundial, Nacional, Universal, Internacional, sei lá! Dizem seus fanáticos fregue.....ops! adeptos, que ele, meu primo, conversa com Deus pelo telefone. Fui procurá-lo, mas ele não quis dar-me o número, o qual eu já havia procurado sem sucesso, em várias listas. Disse-me ele, que aos leigos, não é permitido falar diretamente com o dono, mas que se eu quisesse, ele poderia passar um recado. Mandei o pastor ir pastar e procurei alguém mais capacitado.

Minha esposa é presidenta de um centro espírita kardecista. Consequentemente, é expert nesse negócio de comunicação d'além túmulo. Disse-me ela que um pobre e insignificante mortal como eu, dificilmente iria conseguir falar com o CEO principal do universo, que eu teria que recorrer aos assessores, aos intermediários, os característicos lobistas espirituais. No catolicismo, continuou ela, têm os santos, os anjos e querubins. Na umbanda, são os orixás e no kardecismo os guias e mentores, os chamados espíritos de luz.

 

Sendo dentista e pouco afeito à devoções, pensei em Sta. Apolônia, nossa protetora. Sentei-me ao PC para ver se conseguia no Google encontrar o número do celular ou pelo menos um endereço de email. No Facebook eu sei que ela não está, pois aquilo lá é um antro de fofocas e Apolônia não gostava disso. 

 

Quando comecei a procurar, vi de repente uma linda mulher sentada na cadeira ao meu lado. Trajava uma roupa muito elegante. Não sei se um peplo ou um quiton. Quem sabe nenhum dos dois. Era azul e branco e fez-me lembrar daquela normalista de Nelson Gonçalves "vestida de azul e branco, trazendo um sorriso franco num rostinho encantador." Assustei-me, mas fiz de conta que não. --Quem es tu? Que queres? De onde vens? Para onde vais? --Ora... ora! Não desejavas tu me ver? Sou Apolônia, muito à contragosto, tua protetora.

 

Não me contive. Dei uma gargalhada e disse: Apolônia? Com este sorriso lindo? Como assim, se os alexandrinos te quebraram todos os dentes? -- Que atraso é esse rapaz? Aquilo foi no terceiro século. Estamos no século XXI, em 2014, no século dos implantes osteointegrados. Dr. Hitler Pimenta e Dr. Galeno, já estão no além e reconstituíram meu sorriso. Agora, vamos ao que interessa! Queres falar com o patrão, né? Consigo-te isso, mas tens que aguardar tua vez. Dar-te-ei uma senha e assim que chegar tua vez, aviso-te pelo skype ou pelo MSM.

 

Deu-me um disco do tamanho de uma moeda de real e puf. sumiu. O disco tinha gravado o número 619. De todo jeito que eu olhava, era sempre igual. Corri a ligar para meu irmão e contar a estória.

 

Ham... ham... ham. disse-me ele. Eu não falei que você é médium? Com este seu ateísmo besta, você não acreditava, mas até a mamãe já desconfiava. VOCÊ É MÉDIUM e precisa desenvolver. Não dei mais trela ao papo e desliguei.

 

Coitadinho do meu irmão! Inocente! Sabe de nada! Nem imagina ele, que por meu telefone estar cortado devido à falta de pagamento, liguei para ele, por uma via energética quintaessencial, usando apenas uma colher de sopa.

* Eurípedes Ribeiro de Sousa

Fonte: https://blogln.ning.com/profiles/blogs/conversar-com-deus.

 

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos