Esperanças renovadas.

O alvorecer de cada ano é como se nossas forças recebessem uma injeção de ânimo. Por isso, não há quem não diga: se Deus quiser atingirei tais e tais objetivos. 

Essa explosão de vontade nos faz, muitas vezes, sair da inércia em que nos encontramos. Na realidade, todos os anos podem ser bons ou ruins, dependendo de nosso otimismo ou pessimismo. Uma coisa é certa: se ficarmos aguardando que tudo caia do céu, desfaleceremos pelo caminho. Cada pessoa tem de entrar com sua preciosa parcela de colaboração, porque, barco parado não ganha frete.

A verdade é que o tempo não espera por ninguém. O tique-taque do relógio é implacável. O ano de 2014 declinou no horizonte, mas outro, novinho em folha, já deu ar da graça e nos convida a uma nova caminhada. 

Cuidemos, porém, de não fazer planos mirabolantes, a fim de que não soframos pesadas desiluções. Tracemos, isto sim, metas condizentes com nossa capacidade física e mental.

O que está aqui sendo dito não é nenhuma novidade e muito menos se está descobrindo a América. Todos estão cansados de saber disso. 

Por que, então, muitos não agem dessa forma? Porque se deixam dominar pelo desânimo e pela inércia. Tanto as vitórias quanto os fracassos estão intimamente ligados ao modo como nos comportamos em meio à multidão que caminha cada vez mais rapidamente. Daí é que surgiu a expressão "quem menos anda, voa". 

Não há como mudar tal realidade, pois quanto mais avançamos no tempo, mais vertiginosamente as transformações ocorrem. E que ninguém pense que poderá permanecer estático num determinado patamar: ou se sobe, ou se desce.

Sejamos, pois, gratos por mais um período de 12 meses. Muitos, infelizmente, não conseguiram isso, pelo mais diversos motivos. 

O fato é que devemos dar a máxima atenção à família, ao trabalho, à escola e a todas as demais atividades. 

Devemos agradecer até às críticas que nos são endereçadas, pois delas sempre se tira algum proveito. Sejamos pródigos com nossos semelhantes, seguindo o que está escrito: "Amar ao próximo como a si mesmo".

 

* Natal Marchi
Aposentado
Rio do Sul/SC

Fonte: Diário Catarinense.

 

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos