Hijo de la viuda

No artigo anterior há uma passagem que gerou comentários, alguns bem interessantes e outros completamente fantasiosos.

Apresentei no texto uma variante pouco conhecida, usada para o reconhecimento dos IIr:

- Sua mãe é viúva?

A resposta: - Há...... (idade do Ir.`. no Gr.`.1)

Este espaço não é suficiente para abordar as diversas explicações sobre “Maçom ser Filho da Viúva”. Sugiro ao Irmão pesquisar as três principais fundamentações que irei mencionar em seguida, para desenvolver o tema e propor ao Venerável Mestre sua apresentação em reunião virtual da Loja.

1) 
Origem bíblica: Livro da Lei, Reis I, Capítulo 7, Versículos 13 e 14.

E enviou o rei Salomão um mensageiro a Tiro e trouxeram Hiram Abiff.
Era ele filho de uma mulher viúva, da tribo de Naftali, e fora seu pai um homem de Tiro, que trabalhava em cobre; e era cheio de sabedoria, e de entendimento, e de ciência para fazer toda a obra de cobre; este veio ao rei Salomão, e fez toda a sua obra.

O nome do pai de Hiram Abiff era “Ur”, que significa “forjador de ferro.”
O nome Hiram em hebraico significa “o mais nobre.”


2) Origem egípcia: Osíris e Isis.

A lenda narra que o Egito era governado por Osíris e pela Deusa Ísis. Mas, seu irmão Set o matou para usurpar o trono. Para ter certeza de seu intento, Set espalhou os pedaços do corpo de Osíris pelo baixo e alto Nilo. Ísis, a viúva, percorreu o reino, recolheu os pedaços e reconstruiu o corpo. Mesmo com Osíris morto, ela, para vingar o terrível crime, manteve relação sexual com ele gerando Hórus.

Hórus foi concebido por uma viúva.
Na luta para reconquistar o reino, Set arranca o olho esquerdo de Hórus (O olho que tudo vê).


3) Origem inglesa: A Casa de Stuart

O Rei da Inglaterra, Carlos I, foi decapitado em 1649 por ordem do Parlamento. A Rainha Henriqueta Maria estava refugiada na França, para onde também fugiram os partidários do Rei morto; e eles se intitulavam Filhos da Viúva.

Os Stuarts, na França, além de tramarem o retorno da Realeza, também desenvolveram ritualísticas de graus em seus labores maçônicos, que foram incorporados quando da criação do Rito Escocês Antigo e Aceito.


Ainda há muito a ser pesquisado, principalmente, as interessantes nuances históricas e filosóficas a serem aprendidas. Mas, indiferente da vertente, a expressão FILHO DA VIÚVA é a força moral motriz que nos impele a aprumar em defesa dos desamparados.

O símbolo da viuvez representa a perda de meia vida que se viveu e a completa incerteza da vida ainda por vir. O que devem fazer os filhos?

Nesta linha do compromisso moral, provoco os verdadeiros Filhos da Viúva a não esquecerem as companheiras dos Irmãos que partiram para o Oriente Eterno.

 
A VIÚVA DESAMPARADA DEVE SER ADOTADA PELO IRMÃO
COMO SE FORA NOSSA MÃE.
 
Neste décimo quarto ano de compartilhamento de instruções maçônicas, continuamos a incentivar os Irmãos ao estudo, reflexão e, principalmente, pelo momento em que vivemos a fraternidade solidária entre os Irmãos.

Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo. Vamos em Frente!

Fraternalmente
Sérgio Quirino
Grande Primeiro Vigilante
GLMMG
"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos