Nosso maior tesouro

Todos nós temos coisas que para nós não tem preço. Mas você já parou para pensar qual a coisa mais preciosa que possui neste mundo? A coisa que se lhe fosse tomada acabaria com o sentido da sua existência?

Pare por um minuto e pense.

Poderíamos responder que o relacionamento especial que temos com alguém é a coisa mais preciosa. Ou a nossa saúde, assim como a saúde da nossa família e daqueles que nos cercam é o que o que há de mais precioso.

Talvez você tenha uma resposta diferente. Entretanto quando levamos esta pergunta cuidadosamente em consideração; será que não existe algo acima de tudo isso? Eu diria que sim.

Acredito que a nossa consciência primordial pode ser considerada o nosso bem mais valioso.

Geralmente nem paramos para pensar nisso, mas como poderíamos estabelecer um relacionamento se nossas mentes não funcionassem? De que serviria um amigo se não tivéssemos consciência do que significa a amizade?

Qual seria o valor da nossa saúde física se não pudéssemos ou não tivéssemos capacidade para apreciar as coisas que a vida nos oferece?

Em resumo, qual seria o valor de qualquer coisa se não estivéssemos cientes do significado de sua existência?

A razão pela qual algo nos é precioso é porque estamos cientes do seu valor.

Consciência primordial é a essência pura da mente. É o que nos faz diferentes dos outros animais. É como o oceano onde pensamentos e conceitos são barcos que navegam nele.

Para que serviriam navios se não tivéssemos o oceano? Como conseguir levantar templos à virtude e cavar masmorras ao vicio se não tivermos consciência do que é virtude e do que é vicio?

Por isso devemos estar sempre expandindo esse oceano.

Nosso senso de realidade reflete diretamente nosso nível de consciência. Cada um de nós tem uma perspectiva da realidade que é como, uma fatia muito fina de uma torta, e essa torta alcança os limites do universo. Cada vez que expandimos nossa consciência estamos conseguindo uma nova fatia dessa imensa torta.

Um dos conceitos mais importantes da Cabalá ensina que qualquer coisa que aconteça onde quer que seja no universo, reverbera por toda a criação. Dessa forma, nossas vidas são influenciadas pelo que esta acontecendo em toda parte; e o que fazemos em nossas vidas vai influenciar o universo.

Talvez, de inicio isso pareça um tanto quanto pretensioso, pois vemo-nos muitas vezes como partículas de poeira inconsequente num universo no qual as distancias são medidas em anos-luz e o numero de estrelas excede os limites de nossa imaginação.

Mas se nos conscientizarmos que a simples ação de jogarmos em local inapropriado, uma simples sacola plástica pode vir a matar uma tartaruga marinha que a confunde com alimento ou ser o que faltava para entupir um bueiro e provocar uma enchente trazendo tristeza para muitas pessoas, tudo isso passa a fazer sentido.

O processo de expandir a nossa consciência primordial, assim como a do mundo, é uma das razões fundamentais da nossa existência. Não fazê-lo é abdicarmos de nossa humanidade.

Podemos ser pequenos com relação ao universo, mas somos parte ativa dele e nossos pensamentos, palavras e ações são indestrutíveis.

Ter e poder expandir essa consciência, a meu ver é o nosso maior tesouro. É estar mais próximo do Divino. É interagir com ÊLE. 

* Francisco de Assis de Góis 

Fonte:

A Cabala e a Pratica do Misticismo Judaico – David  A. Cooper.

Voltar

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos