O lado estranho

Procurar espaço. Nada compatível com as buscas da sensatez. O lado estranho já não existe. Todos os recantos estão ocupados com a maledicência. Assim parece no mundo da procura. A política tenta firmar-se em partidos sólidos. Eles já inexistem. São literalmente partidos em mil pedaços das ideologias.

O lado estranho da vida é no jogo dos contrários. A ideia prevalece desde que seja a sua. Nenhuma ocorrência lógica capaz de amenizar as disputas políticas. Arengas, distorções, tudo na cova rasa da ambição. O “lava-jato” produziu ou produz uma limpeza geral de atitudes na politicagem da corrupção. Por que tanta burla em nome de uma ciência tão pura? A ciência política é rara, mas tem toda a decência da ética e da lisura.

Os políticos de todo o tripé da democracia deveriam ser estruturados para agir de acordo com a consciência da moral. Moral e ética irmanados.

Na posse dos novos prefeitos deu-se o inusitado de assumir um eleito vindo da cadeia. Está certo tal procedimento? O lado estranho comportamental de um povo bom está no fundo do poço da corrupção? Vamos despertar neste novo ano. Fazer de 2017 uma junção operacional de resultados positivos, não parece ser o “lado estranho” que todos desejam na simbologia do bem-estar social?

Saber olhar e procurar os aspectos justos das camadas sociais que tanto almejamos. Desprezar o lado estranho para assumir a verdade dos fatos que se identifiquem com o que conhecemos de verdadeiro, no âmbito do crescimento da nossa estabilidade emocional, para desenvolver o progresso da democracia autêntica.

Paulo Eduardo Mendes

Jornalista

Publicado originalmente no jornal “Diário do Nordeste” – Opiniões
Fonte: https://goo.gl/0yMty7

O lado estranho da vida é no jogo dos contrários. A ideia prevalece desde que seja a sua. Nenhuma ocorrência lógica capaz de amenizar as disputas políticas. Arengas, distorções, tudo na cova rasa da ambição. O “lava-jato” produziu ou produz uma limpeza geral de atitudes na politicagem da corrupção. Por que tanta burla em nome de uma ciência tão pura? A ciência política é rara, mas tem toda a decência da ética e da lisura.

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos