O Maço

 

Como ser consciente de sua capacidade de superação, o homem torna-se construtor, e por isso nos tornamos maçons, aqueles que, conscientemente, procuram desbastar a pedra bruta de seu ser moral, "as asperezas que ainda existam", com o aproveitamento da ação e do trabalho, exercidos contra o erro, o orgulho, a vaidade, a avidez das paixões materiais, o “lado fraco de nossa natureza”. 

Mas não se desbasta a pedra bruta sem a consciência de que há o que desbastar, sem o emprego consciente do tempo, sem a harmonia, sem a reflexão, sem o planejamento, e, sobretudo, sem a vontade. 

A vontade é a primeira ideia que me inspira o maço. 

Se a régua é o instrumento de medida, de aferição, de consciência do trabalho e da obra a realizar, o maço é o próprio trabalho, é a força na execução da obra. 

Porém, antes de ser força, o maço é a vontade de agir. A consciência nos leva à vontade de agir, e o agir refletido reforça a consciência da obra. 

O maço incessante sobre a pedra rústica é o trabalho que persiste, que segue constante em retirar os excessos do material grosseiro. 

O maço fala-me, pois, da motivação, que é fruto da consciência, e da força, que impulsiona o trabalho, e o próprio trabalho, que realiza a obra. É, pois, o maço, a vontade, o trabalho, a força e a persistência, concretizando o próprio crescimento, a construção do templo, a batalha pessoal contra o lado fraco de nossa natureza: “Os Maçons devem lutar para Vencer”. 

Por isso, o maço ensina ser o trabalho uma obrigação do homem, principalmente porque, aqui, o homem não é encarado como um ser degenerado, mas como um ser superior aos demais e que é destinado a algo maior. 

Se acreditamos que o homem é capaz de desvencilhar-se dos males de suas próprias fraquezas e de sua vaidade, então é pelo trabalho que cumprirá seu destino. 

Sem o maço, não se desbasta a pedra; sem o trabalho, não se apura o ser, não se erige a obra. O trabalho é a motivação e é a força. 

Mais importante: como força, é a persistência. E o que é a persistência, senão a perseverança, que vence todas as dificuldades? 

Edison Carlos Silva Filho

A∴ R∴ L∴ M∴ Stanislas de Guaita Nº 165, GLMERJ

 

Fonte: Folha Maçônica Nº 508

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos