O PROCESSO DO APRENDIZADO PELO SOFRIMENTO

 

 

 

Quais as vertentes que podemos utilizar para definir as consequências de uma pandemia, que atinge todos os países que compõem o planeta terra, e que lições poderão tirar deste acontecimento, que nivelou todos os países no mesmo patamar, sendo do primeiro, do segundo ou do terceiro mundo.

 

Os considerados poderosos, os pobres e remediados, todos desfrutam do mesmo espaço, respirando o mesmo ar, sendo aquecidos pelo mesmo sol, mas que no processo de viver são tão diferentes.

 

Uns vivendo as benesses dos poderes conseguidos pelo sofrimento de outros, sem sequer, por um segundo, voltarem seus olhos e suas atenções para os seus irmãos de origem Divina, abandonados, como se fossem seres de outro planeta.

 

Vamos lembrar que o planeta terra é a residência de todos, teoricamente com os mesmos direitos e as mesmas obrigações, mas na verdade, desde que o homem surgiu há 400.000 mil anos atrás, o processo vem se desenvolvendo através dos poderes adquiridos pelas guerras, pela violência, pelo sofrimento, podendo, com certeza, afirmar que os últimos acontecimentos e suas consequências são frutos da falta de consciência de que somos todos irmãos e filhos do universo, portanto, com os mesmos direitos de dignidade humana.

 

Sei que podem considerar que é muita pretensão da minha parte, querer afirmar que os seres humanos só crescem, evoluem e alcançam a compreensão de que somos simples passageiros, com hora de chegada e de partida, definidos, sem que tenhamos o poder de alterá-lo, ao nosso bel prazer, pelo sofrimento.

 

Caso isto seja uma verdade, o sofrimento que atinge todos os seres humanos deve servir para uma profunda reflexão e aprendizado, de que estamos completamente desassociados do verdadeiro sentido de viver.

 

Tenho a absoluta convicção de que estas verdades não terão os mesmos resultados a nós iniciados, em vista de sermos grandes privilegiados pelos inúmeros ensinamentos recebidos desta maravilhosa Instituição, pois, o que ela ensina aos seus adeptos, e se conseguimos absorver esses aprendizados, repassando a humanidade, que não está trilhando o bom caminho, certamente, passariam preservar a pureza desta composição, que tudo nos oferece, para que todos possam viver em perfeita harmonia, fraternidade e solidariedade.

 

A lição nos foi dada, a natureza reagiu, chegou ao seu limite de suportação e nos proporcionou este terrível sofrimento, nos deixando como recado, “mudem os seus comportamentos e modos de viver”, para que ocorrências muito mais graves não venham a se repetir, atingindo toda a humanidade, penalizando culpados e inocentes.

 

O verdadeiro papel do homem maçom é buscar nos ensinamentos, que graciosamente e privilegiadamente recebe, para mostrar o verdadeiro caminho que deve ser trilhado por todos, pois, esta é a nossa missão.

 

 

Wilson Filomeno

"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos