O que você espera do novo ano?

 
"Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo e isso é tudo".

Essa bele frase é de Hermann Hesse, escritor alemão, naturalizado suíço e que ganhou o Prêmio Nobel de Literatura no ano de 1946.

É um pensamento interessante para refletirmos sobre o que esperamos do novo ano que surge. Talvez muitos ficarão, mesmo, apenas na expectativa, no aguardo, na âncora da espera que imobiliza, no tomara, no oxalá...

Enfim, muitos sentarão na beira da estrada da ilusão, apoiarão os cotovelos nos hoelhos da inércia e repousarão seu queixo nas palmas das mãos abertas da esperança, olhando a vida passar. O máximo que pretenderão fazer é preencher a lista de promessas, as resoluções do Ano Novo e só; todo o resto ficará, mesmo, na espera, no talvez e no "se Deus quiser"!

Creio que esperamos demais dos outros! Esperamos que o Governo resolva os nossos problemas pessoais quando, na verdade, nos últimos tempos não está conseguindo nem resolver os dele e, pior, está criando outros que precisamos resolver; pagando mais importos e tendo um retorno ainda menor, se é que isso é possível. Então, não transfira para o Governo suas frustrações pessoais, porque não é dele essa responsabilidade. 

Também, esperamos muito da Empresa e esquecemos que Empresa não é família, ou você já viu uma família demitir um filho? Empresa é um lugar onde podemos colocar em prática nossos conhecimentos, obter remuneração e, para muitos, a satisfação da evolução profissional.

Não jogue a responsabilidade da solução dos seus problemas pessoais na conta de sua Empresa.

Por último, esperamos demais de nossos filhos, marido, esposa, família e amigos. Devemos lembrar que nossas expectativs nem sempres condizem om o potencial ou com a realidade de cada um.

Se acreditarmos que todos à nossa volta devem agir exatamente como queiramos que hajam, seremos, então, eternos frustrados. Assim, também não adianta descarregarmos em nossa família ou amigos a carga de responsabilidade da resolução de nossos problemas pessoais, porque também não é deles essa função.

É claro que o Governo, a Empresa, nossa família e amigos podem, sim, ser pilares de apoio, de auxílio, orientação ou inspiração. Atentem, contudo, para a diferenciação dos verbos... "Podem", mas, não necessariamente "devem". Sendo assim, se você tem a felicidade de morar num país que tem um Governo ético e progressista, de trabalhar numa Empresa que portuniza crescimento profissional num ambiente motivador e positivo, de ter um seio familiar amoroso e harmônico e fazer parte de um círculo de amizades leais e verdadeiras, então, erga as mãos para os céus e agradeça!.

Ah! Não tenho tudo isso ou tenho, apenas, parte disso! Então, não reclame e faça acontecer! Crie as oportunidades, mude suas atitudes, tenha mais foco, prepare-se mais, vote melhor, ame mais, seja mais amigo e cordial, melhore sua comunicação pessoal e profissional e, principalmente, não espere que os outros resolvam os seus problemas. A postura do coitadinho é a face do fracassado.

Releia, por favor, o primeiro parágrafo desse texto e faça, você mesmo, um ano novo melhor!
* Gerson Raul Persike
é um especialista em vendas, atendimento, telesserviços e preparação de lideranças empresariais. Empresário, é filósofo e consultor de Empresas nas áreas de gestão, capacitação de lideranças e formação de equipes motivadas e produtivas. Diretor da empresa Comunicação & Mercado, sócio da empresa Orbis Tecnologia em Gestão, também é gestor do Call Center da Fundação Pró-Rim. Articulista do jornal "Notícias do Dia"/Caderno "Negócios Já" e consultor e palestrante internacional, efetuando cursos, palestras motivacionais, gestão e planejamento comerciais e de atendimento para Organizações de sucesso no Brasil e MERCOSUL.
E-mail: comercial@cmtreinamento.com.br
Página na Internete:
www.cmtreinamento.com.br

 

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos