Poema

Nós, maçons somos construtores sociais, pois estamos constantemente construindo para fazer uma sociedade mais feliz. E o construir "tijolo a tijolo" para erguer o muro, sem que o erguemos torto, limando as asperezas e dando um toque de artífice. Assim se expressa a poetisa Clarice Gershenson no poema abaixo:
 
Poemas
 
Tijolo a tijolo
 
Ergue muros
 
Desempena o torto
 
Alisa o reboco
 
Lima asperezas da fachada
 
E com toque artífice
 
Busca a perfeição da superfície
 
Pinta janelas de asas
 
Telhado de céu aberto
 
E se colore de sonhos.
 
 * Clarice Gershenson.
 
 Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. 
Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro. 
 (Clarice Lispector).
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos