Que Idade tendes?

Esta forma de construção frasal lhe causa estranheza? Acha que a forma correta deveria ser: 
- Qual é a sua idade?

Ou, quem sabe, seria apenas uma variação de construção e de sintaxe da língua portuguesa?

Ao responder qual é a nossa idade, afirmamos, numericamente, o intervalo entre os dias, meses e anos que se passaram, desde o dia, mês e ano iniciados no parto de nossa mãe.

Nossos primeiros anos de vida são apenas datas. Todas as atividades são biológicas - alimentar, secretar e dormir. Dificilmente temos recordações ou aprendizados desta tenra idade.

Este é o tempo físico, contado em dias, semanas, meses, anos e tudo aquilo que faz o mundo da vida, onde cumprimos o padrão de sobrevivência.

É O TEMPO EM QUE A MATÉRIA SE SOBRESSAI SOBRE O ESPÍRITO.

Além da necessidade de sobrevivência, há um tempo, espaço, experiências e ações de consciência, que estão simbolizadas na forma verbal do “tendes”.

É O TEMPO EM QUE O ESPÍRITO SOBRESSAI SOBRE A MATÉRIA.

Maçonicamente, há quanto tempo seu espírito se sobressaí sobre sua matéria?

Quanto tempo tem sido dedicado para se tornar mais “bonito” (virtuoso), mais “forte” (ético) e mais “sábio” (reta moral)?

À Maçonaria não interessa se somos jovens, adultos ou velhos. Ela precisa saber se houve, no mínimo, o aprendizado da simbologia dos ternários. Se, compartilhamos valores e alegorias quíntuplas que nossos sentidos possam captar e, mais adiante, com maestria, possamos ensinar por sete ou mais vezes.

Não é a idade que importa, mas o quanto de vida há em nós. Até mesmo sob a ótica da biologia podemos compreender esta assertiva.

A vida realmente, se inicia quando nos tornamos conscientes. Aprendemos a diferença entre ser bobo e alegre, entre ser erudito e sábio, entre o velho e o maduro.

Por isso, traçamos paralelos entre o nascer biológico, quando saímos de dentro do templo sagrado, que é o corpo de nossa mãe e nos adentramos nos templos maçônicos, em nossa iniciação, ao encontro da luz.

Dois tempos, pois, nos regem e nos guiam: O tempo da vida material, que nasce conosco e não nos abandona até a morte e o tempo da vida do Espírito, construído na iniciação maçônica.

 
Neste décimo quarto ano de compartilhamento de instruções maçônicas, continuamos a incentivar os Irmãos ao estudo, reflexão e, principalmente, pelo momento em que vivemos a fraternidade solidária entre os Irmãos.

Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo. Vamos em Frente!

Fraternalmente
Sérgio Quirino
Grande Primeiro Vigilante
GLMMG
 
"A verdade deve manifestar-se em nossos pensamentos, nossas palavras e nossas ações"
 
Mahatma Gandhi
"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"

 

Áureo dos Santos