Solidariedade Humana

A Maçonaria é forte e tem sido duradoura por uma série de motivos. Um deles, que reputo de maior relevância e, segurança, o clima de verdadeira União com que vivem e comungam os Maçons.

Grandes realizações envolvem lideranças com claros e bem definidos propósitos, objetivos e fazendo uso inteligente deste espírito de União é que devemos refletir sobre a atual situação vivida por todos nós brasileiros, neste período de transição ou estabilização econômica, como queiram, onde muitos encontram-se com sérias e múltiplas dificuldades.

O sentido de União consiste em um potencial enorme de energia que pode levar a realizações de vulto, sem exaurir a nenhum membro em particular.

A história mostra que os acontecimentos de vulto embandeirados pela Ordem Maçônica, sucederam sempre em momentos críticos de crise e foram puxados por um líder que, talvez por força de circunstância usou deste potencial. Acredito que possamos ir mais longe. Deixar para reagirmos apenas em extremos de situações críticas de nossa história é desperdiçar, de maneira grosseira, o enorme potencial formado por nosso grupo.

Fica claro a diferença entre a liderança daqueles que sabem usar o potencial de seu grupo quando questionados os porquês das coisas.

Porque uma loja é capaz de realizar tantas coisas em determinado espaço de tempo, enquanto outra nada faz? Qual será a diferença? Estará, talvez, no quadro de Obreiros? Ou estará na liderança de seu Ven... Mestre que não está sabendo usar a força de seu grupo?

Não queremos magoar ninguém com estas colocações, queremos, sim, chamar atenção dos nossos Irmãos para que juntos aproveitemos o claro potencial de nossas Lojas, relembrando que o verdadeiro Maçom pratica o bem e deve fazer sua solicitude aos infelizes, quaisquer que eles sejam, na medida de suas forças.

Devemos, pois, repelir com a máxima sinceridade e desprezo, o egoísmo. Nunca nos esquecendo que minha moral deve ser a mais pura, pois funda-se sobre a primeira virtude "A SOLIDARIEADE HUMANA".

É neste campo da Solidariedade, ainda que na excelência materialista temos muitos que fazer. Há muitos necessitados e muitos próximos de nós.

Autor

Adhyles Bortot 

Mestre Maçom Instalado

Loja Liberdade nº 55.

 

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos