Tributo aos indecisos: pelo direito de viver em cima do muro

Ser indeciso é visto como fraqueza na maior parte do tempo. Não tomar partido, não defender uma posição é sinal de apatia, ignorância ou alienação, quando na verdade, considerar ou desconsiderar todas as opções pode ser a escolha mais sensata. Pra quê o medo de morar em cima do muro?

Já dizia Aristóteles, “A dúvida é o princípio da sabedoria”. Para ter conhecimento é preciso questionar, duvidar. E mesmo quando compreendemos algo, acreditar com muita convicção pode ser arriscado. O filósofo acreditava no equilíbrio. Para ele, tanto a falta como o excesso são vícios. Então, enquanto Platão dizia - Não beba! - Aristóteles que já entendia das vontades humanas, falava - beba com moderação.

Algumas pessoas não sabem se posicionar em uma discussão. Não porque são incapazes de criar uma opinião, mas porque conseguem enxergar razão nos dois lados - ou em nenhum. E isso, apesar de criar problemas eventualmente, acontece quando a situação é vista sob várias perspectivas. É difícil adotar um ponto de vista quando já observamos todas as faces do cubo e vemos que todas fazem o mesmo sentido.

Relativizar é tentar compreender as relações humanas e conflitos e polêmicas e todos os demais segredos do universo de forma individual e íntegra, dentro do contexto e livre de qualquer valor pré-estabelecido.

Por isso que defender com muita convicção qualquer ideologia ou crença, por mais nobre que seja, pode levar a escolha deliberada pela falta de conhecimento. Acreditar sem nunca duvidar te impede de enxergar possibilidades, limita. É o que acontece com todo extremista. E isso se encaixa na política, religião ou qualquer questão que seja tabu social. - Até mesmo se você chama biscoito de bolacha.

Não digo que nossas opiniões devem ser abandonadas. Cada pessoa tem (e deve ter) suas ideologias e deuses próprios. O problema é quem se agarra a eles com unhas e dentes. Qualquer verdade absoluta está excluindo todas aquelas que são contrárias ou divergentes a ela. Por isso, todo ponto de vista é válido, mesmo que não se concorde com ele.

Enquanto não houver uma verdade categórica e universal (e vai haver, algum dia?), vestir camisa continua sendo algo ilógico, intolerante. Então, nem vale a pena relativizar tanto, porque isso também pode perder o sentido.

"O mundo para nós tornou-se novamente infinito no sentido de que não podemos negar a possibilidade de se prestar a uma infinidade de interpretações" Nietzsche.

Laís Matos

 

publicado em sociedade por Laís Matos.

Por isso que defender com muita convicção qualquer ideologia ou crença, por mais nobre que seja, pode levar a escolha deliberada pela falta de conhecimento. Acreditar sem nunca duvidar te impede de enxergar possibilidades, limita. É o que acontece com todo extremista. E isso se encaixa na política, religião ou qualquer questão que seja tabu social. - Até mesmo se você chama biscoito de bolacha.

"Jamais permita que os nós tapem a vista da janela, pois será através dela que enxergaremos a oportunidade dos laços!"
Áureo dos Santos